Veja como a Koenigsegg está criando um (revolucionário) Motor sem comando de válvulas!

Veja como a Koenigsegg está criando um (revolucionário) Motor sem comando de válvulas!

A Koenigsegg é uma fabricante relativamente nova e, como sabemos, tem criado supercarros e tecnologias incríveis, mutias das quais relacionadas ao trem de força. Uma delas ainda está sendo desenvolvida, há muitos anos, e provavelmente poderá se tornar realidade dentro de algum tempo. Trata-se de um motor dotado do revolucionário sistema chamado de FreeValve, cujo objetivo principal é aposentar de vez o tradicional comando de válvulas.

A ideia central é usar a eletrônica para essa função, por meio de uma tecnologia baseada em comandos pneumáticos, que seriam responsáveis pelo acionamento individual de cada válvula. A retração ocorreria por molas ou pressão do ar.

Na teoria, esse novo sistema pode trazer mais potência, torque e economia de combustível. Evidentemente, isso seria algo fantástico vindo da mente do genial Christian Von Koenigsegg, fundador da marca. Realmente esse tecnologia permitiria quase infinitos ajustes de abertura, tempo e duração em relação às válvulas.

Como tem uma arquitetura modular, esse sistema poderia ser facilmente implantado em diferentes configurações de cilindros, reduzindo o peso e a complexidade mecânica. No entanto, ficam várias dúvidas acerca da durabilidade e confiabilidade e como seriam evitados danos significativos ao conjunto considerando possíveis falhas eletrônicas.

Será que essa vai ser a próxima grande inovação nos motores de combustão interna? Confira abaixo duas animações que mostram na prática o sistema. Além disso, o terceiro vídeo (já um pouco antigo) exibe o próprio Christian Von Koenigsegg falando sobre o FreeValve, quando ainda estava sendo testado em um carro Saab usado como mula. E você, o que achou dessa possível novidade?

PS: Recentemente foi confirmado que o sistema FreeValve vai começar a equipar inicialmente os modelos premium da marca Qoros, mostrando que o futuro começará a chegar às ruas em breve.

Deixe seu comentário: