Vídeo mostra a incrível história dos caminhões Scania no Brasil (Embarque nessa viagem no tempo)

No que você pensa quando houve o nome “Scania“? Certamente passa pela sua cabeça a imagem dos famosos e históricos caminhões que, ao longo de muitas décadas, cruzam o país de ponta a ponta, sempre esbanjando bravura, potência e confiabilidade. Agora é o momento de fazer uma breve viagem no túnel do tempo para ver a belíssima história dos caminhões Scania no Brasil.

Os primeiros modelos chegaram por aqui, ainda importados, no começo dos anos 50. Em 1957, a Scania instalava, no Brasil, a sua primeira fábrica fora da cidade de Södertälje, na Suécia, sob a denominação de Scania-Vabis do Brasil S.A. – Motores Diesel. Ela ficava no bairro do Ipiranga em São Paulo.

O primeiro modelo a sair da linha de produção foi o L-75, que foi substituído pelo L-76 e, mais adiante, pelo lendário Scania L111, conhecido como “Jacaré”. A história desses modelos também já foi detalhadas, em vídeos, nesta outra matéria publicada aqui no AutoVídeos. Inicialmente, os modelos eram cinza claro, passaram a ser azuis e, em 1963, tornaram-se laranja. Essa cor se tornaria a mais marcante da linha de caminhões Scania.

Ainda na época inicial da Scania no Brasil, merece destaque o fato de que os seus valentes caminhões foram grandes protagonistas da construção da cidade de Brasília. Isso porque a grande capacidade de carga, aliada à robustez, tornaram esses veículos pesados muito importantes para o erguimento da nova capital. Aliás, dali em diante os Scania foram figuras sempre presentes nas grandes obras, como na construção da Hidrelétrica de Itaipu.

Em 1962, ficava pronta a nova fábrica em São Bernardo do Campo, SP, e o ritmo de produção apenas aumentava. Mais do que isso, a Scania sempre trouxe grandes inovações, como a direção hidráulica e a utilização de turbocompressor. No final dos anos 70, surgia a lendária LK 141, que inclusive se tornou estrela da TV, ao participar do seriado Carga Pesada.

Chegando em 1981, houve uma grande revolução com o lançamento da “Série 2” e a família dos caminhões T (cara-chata) e R (para demais cabines).

No início dos anos 90, a Scania promoveu mais uma novidade fenomenal, com a chegada sua aclamada e cobiçada “Série 3“, produzida entre os anos de 1991 a 1998. Aliás, o grande campeão de vendas da marca foi o modelo T 113H, que vendeu 26.398 unidades.

Mais recentemente, a Série 4 foi introduzida em 1998 e a Série 5 em 2007, sempre trazendo uma série de inovações que mantêm intacta a fama e respeitabilidade dos caminhões Scania no Brasil.

Agora vamos ao vídeo que vai ilustrar e complementar, de maneira fantástica, tudo o que foi dito até aqui. E aumente o som para prestar atenção em outra grande surpresa. Isso porque a narração, absolutamente sublime, é do saudoso ator Paulo Goulart. Assista porque o vídeo é uma obra-prima de arrepiar.

Deixe seu comentário: