OFICIAL: Com mais de 1.000 cv e cabine revolucionária, revelado novo Caminhão TESLA Semi elétrico

Um dos lançamentos mais aguardados dos últimos tempos finalmente foi revelado. A Tesla, depois de trazer uma série de inovações no mundo dos carros, agora pretende revolucionar o mercado de caminhões. Para tanto, o seu lendário fundador Elon Musk acaba de apresentar o novo Tesla Semi, um cavalo-mecânico elétrico com características únicas e futuristas.

Inicialmente, chama bastante atenção a autonomia anunciada de incríveis 804 km com apenas uma recarga de 30 minutos. Além disso, o Tesla Semi deve apresentar um desempenho fabuloso com custos reduzidos em relação aos modelos convencionais a diesel.

Para você ter ideia, ele tem uma velocidade máxima estimada de 105 km/h, mas consegue acelerar de 0 a 100 km/h em somente 20 segundos. Isso mesmo carregado com 36 toneladas, que é o peso máximo de carga que ele transporta. Agora somente o cavalo-mecânico é capaz de realizar a proeza de atingir os 100 km/h em APENAS 5 segundos. Acrescente-se que, devido ao posicionamento das baterias, ele possui centro de gravidade bem baixo, aumentando a estabilidade e segurança.

tesla semi

O Tesla Semi é equipado com quatro motores elétricos provenientes do Model 3, dispostos diretamente nas rodas. Dessa forma, com configuração 6×4, ele atinge a potência máxima equivalente a cerca de 1.032 cv.

Agora o que mais chama a atenção é o design revolucionário da cabine (com bastante uso de fibra de carbono), especialmente pelo fato do posicionamento do motorista ser central (tal como no lendário McLaren F1). O objetivo é proporcionar o máximo de conforto para o caminhoneiro, inclusive com a altura interna de 1.98 m. Além disso, o painel conta com apenas um botão para iluminação, enquanto todos os demais comandos e informações são apresentados em duas telas gigantes (de 15 polegadas) que se assemelham a tablets.

tesla semi cabine

Além disso, superando as dúvidas, o Elon Musk assegurou que todos os Tesla Semi contarão com a versão mais avançada do sistema Autopilot, que permite elevada automação na condução na estrada (não chegado a ser completamente autônomo, por ora).

Outro aspecto importante, ainda mais no segmento de transporte rodoviário de cargas, é a promessa de um custo operacional bem inferior quando comparado com modelos a diesel. De acordo com as estimativas, num trecho de 100 milhas (equivalentes a cerca de 160 quilômetros), o caminhão da Tesla deve ter um gasto com consumo na ordem de US$ 1,26 por milha, enquanto os veículos a diesel geram despesas de US$ 1,51.

Vale destacar ainda que a Tesla vive um momento de incertezas e dúvidas, considerando as dificuldades na linha de produção do novo Model 3 e alguns questionamentos quanto ao seu equilíbrio financeiro. Vamos acompanhar como o Musk conduzirá essas questões e a produção do novo caminhão deve ser iniciada em 2019.

Veja agora como foi a apresentação oficial do modelo nos vídeos a seguir (no terceiro veja as demais fotos oficias divulgadas). No quarto vídeo, veja o interior da cabine. E você, o que achou dessa novidade revolucionária?

PS: Lembre-se de se inscrever no canal do AutoVideos no Youtube, e também siga-nos no Instagram (@autovideos_oficial) para ficar por dentro das novidades.

Stepping into the cockpit

Uma publicação compartilhada por Tesla (@teslamotors) em

Deixe seu comentário: