Assaltos aos caminhoneiros são uma dura realidade e criam cenários inacreditáveis (veja e comprove)

Como todos sabemos, no dia 21 de maio, caminhões pararam de rodar no Brasil enquanto seus motoristas decidiram protestar pela isenção de impostos no óleo diesel e outras coisas também importantes para a categoria (e para o Brasil). Os assaltos aos caminhoneiros, é claro, levantam a importância de falarmos de segurança pública.

Como cerca de 60% de toda a carga brasileira é transportada por rodovias, a paralização teve um enorme efeito e literalmente parou o Brasil. Enquanto os Estados Unidos têm 4,3 milhões de quilômetros de rodovias muito bem pavimentas, o caminhoneiro brasileiro roda por estradas precárias e inseguras de norte a sul do pais. Assaltos aos caminhoneiros são comuns, infelizmente.

Ao andar tanto e por lugares tão ermos e com péssima ou quase nenhuma pavimentação, milhares de motoristas colocam sua própria segurança em risco, além de danificarem seus caminhões. Tal realidade somada aos muitos assaltos aos caminhoneiros tornam a profissão dura, perigosa e cada vez mais cara (para todos os envolvidos).

Em um post específico sobre a importância dos caminhoneiros para a economia, citamos que apenas 12% dos 1,7 milhões de quilômetros de estradas no Brasil são pavimentadas e pouquíssimas são monitoradas de forma satisfatória, representando grande risco para os profissionais da área.

A insegurança é tamanha que apenas no estado do Rio de Janeiro, em julho de 2017, foram registrados mais de 900 assaltos. O número dos assaltos aos caminhoneiros é alarmante e precisamos chamar sua atenção para isso!

No vídeo que separamos a seguir, você poderá acompanhar relatos feitos por caminhoneiros que foram assaltados Brasil afora. A qualquer momento, bandidos entram em ação e levam as cargas e também as peças e rodas dos caminhões. Vale lembrar que algumas carretas possuem 22 rodas, com o conjunto custando cerca de R$ 35 mil.

Assista ao vídeo e surpreenda-se com a difícil situação que vivem os responsáveis por transportar as mercadorias no Brasil e os caminhões.

PS: Lembre-se de se inscrever no canal do AutoVideos no Youtube, e também siga-nos no Instagram (@autovideos_oficial) para ficar por dentro das novidades.

Deixe seu comentário: