Conheça a história do Mazda RX-7 que foi de Nelson Piquet e ainda roda impecável

Postado por - Clássicos, Nostalgia

Compartilhar

Todo fã de carros esportivos da década de 90 guarda um lugar especial na memória para o Mazda RX-7. Além de ter ficado bastante famoso com a estreia da franquia “Velozes e Furiosos”, seu famoso ronco sempre foi motivo de muita admiração e curiosidade. O motor rotativo (Wankel), bastante diferente por não ter os tradicionais pistões, chegava facilmente a 8.000 RPM (a faixa vermelha começava nos 9000 RPM) e produzia um som sensacional, já mostrado aqui no AutoVídeos.

Ainda falando do motor do Mazda RX-7, ele alcançava 260 cavalos e possuía um complexo sistema com duas turbinas, uma para baixas rotações (a partir de 1.800 RPM), com 0,7 bar de pressão, e outra que era acionada quando as rotações do motor ultrapassavam a marca de 4.000 RPM, com o objetivo de manter a pressão inalterada no sistema como um todo até a faixa vermelha (9.000 RPM). Na prática, isso fazia o carro se transformar em um canhão com torque e força praticamente lineares desde a primeira acelerada.

A história fantástica do lendário mito japonês mostrado hoje foi contada pelos amigos do canal Auto Super. Trata-se de um Mazda RX-7 que pertenceu a ninguém menos que Nelson Piquet, tricampeão da Fórmula 1 e um dos melhores e mais bem-sucedidos pilotos de todos os tempos (inclusive nos negócios). Piquet importou o carro no início dos anos 90 e ficou com ele por 4 anos, vendendo para um comprador da região Sul do país, que manteve o carro por mais 13 anos. O atual dono do carro foi buscá-lo e o trouxe para São Paulo. Confira todos os detalhes no vídeo.

PS: Lembre-se de também se inscrever no canal do AutoVídeos no Youtube para ficar por dentro das novidades.

Gostou do vídeo? Compartilhe agora com seus amigos!

CompartilharCompartilhar

Veja também:

Deixe seu comentário:

comentários